23/08/2010

Pessoas-Ponte

As pessoas são como pontes. Começar com uma comparação é sempre piegas, mas é o que me vem à cabeça agora. Os amores chegaram de amigo a amigo, os empregos de colega a colega de trabalho e os amigos de amigo a amigo e por aí vai à corrente. As oportunidades também.

Eu esperei uns... 12 anos (ou mais?) pela chance de mostrar um projeto meu para uma pessoa, mas não tinha ninguém pra fazer a ponte. Eu só precisei ter (muita, uma overdose) de paciência pra esperar que alguém me levasse ao outro lado. A gente acredita com fé, depois acredita-desacreditada e, já no fim, finge que acredita. Eu estava quase-quase na fase do não-acredita. Aí, nesse ponto em que começa o amargor dos decepcionados e incrédulos, eu conheci alguém que me apresentaria. Veja que faz toda a diferença você ser anunciada.

Abro aqui um parênteses, eu precisava arrumar o projeto pra entregar o melhor de mim. Eis que tudo veio a dar errado. Começando pela impressão que não queria dar certo de jeito nenhum, pois era complexa, com encaixe de páginas duplas. Gastei umas 200 folhas e tudo ficou de cabeça pra baixo, fora de ordem. Usei todas as combinações de recursos e possibilidades do computador e nada. No último segundo, decidi imprimir só frente, sem formatação, tive que descartar a capa que tinha impresso em uma gráfica e o resultado era... para mim horroroso. Triste e arrasada, fui trabalhar e pedi que o meu namorado que estava nessa saga me ajudando, encadernasse e levasse a noite no meu trabalho, pois eu tinha combinado o encontro às 8.

Já na boca do gol, recebendo a bola, quero dizer, o trabalho, ele tira da sacola e me entrega. Por alguns segundos, eu maquinalmente peguei e não vi. Vi e não vi, sabe?
Depois, achei estranho o peso. Era pra ter 260 páginas e estava com metade. Era pra estar sem a capa, mas estava com... a capa. Ai comecei a ver o milagre. O queixo caiu e a fala sumiu. Abri o material e lá estava todo montado perfeitamente, com o encaixe das páginas como eu queria. Franzi a testa e ele deu uma grande gargalhada feliz. Eu devia estar com uma cara de primeira-bicicleta ridícula. Não sei se conseguiu sair da minha boca um “Como?”, mas ele respondeu:

_Eu fui a uma gráfica e paguei pra fazerem tudo como estava pensando, porque nada pode estragar a chance que você sempre esperou. Eu vi o quanto ficou triste e acredito em você.

Definitivamente eu desaprendera o português e parecia um bebê balbuciando. Depois de um beijo rápido e os olhos voltarem a acariciar o exemplar perfeito do projeto, eu lembrei da hora e saí correndo, arrastando-o atrás de mim. Coitado, tinha quebrado o pé e lá estava eu forçando a barra.

Enquanto conversava finalmente com a pessoa que segurava meu projeto, depois de 12 anos de espera, ele ficou ao lado, de braços cruzados, me admirando e torcendo em silêncio com um sorriso de admiração e de “essa-é-a-minha-namorada”.

A pessoa que faz diferença na sua vida, é aquela que se importa em te apresentar a alguém que vai mudar a sua história, é aquela que enche o saco dos amigos para arrumar um emprego pra você, é aquela que vai em uma gráfica e tenta imprimir seu projeto de maneira profissional só pra te ver sorrir, é aquela que está todo dia perto de você porque sua presença é essencial.

Acredito que a pessoa que faz a diferença é aquela que ... como está na contra-capa do meu projeto como dedicatória: “sonha o mesmo sonho” que você.

P.s: E o resultado do projeto? Não tenho a resposta ainda. Mas, sei que uma hora vai dar certo. É só esperar. A ponte já foi feita.

Um comentário:

Mariana Gonçalves disse...

Flooooorzinha que saudades, hoje me deu uma saudade e resolvi vir ao seu blog pra ver se tinha postado algo novo, eis qe me deparo com algo saindo do forno rs postado hoje :D
Fiqueeeeeei tão feliz por você qnd vi esse post, assim você me faz até chorar hehe, na verdade você meerece mtoo (: Parabéns pela pessoa qe tem ao seu lado, tinha qe ser assim mesmo pqe vc vale ouro e tbm esteve "ao meu lado" qnd mais precisei das suas palavras. Parabéns de novo rs estou aqui torcendo muiiiito por você viu, beeeeeeeeeeeeeeeijo !!!