11/04/2010

Há um espírito amigo aqui.

Eu chorei do começo ao fim vendo o filme de Chico Xavier. Ou chorei muitíssimo, ou chorei pouco. Mas, foi tão absolutamente permeável em minha alma cada palavra... Senti aquilo tudo com tanto impacto. Que luz admirável foi aquele homem nessa vida coincidente com a minha. Como me fez refletir! Arrebatador. Eu me identifico muito com ele quanto ao lado escritor. 412 livros, louvável!

Gosto muito de seus ensinamentos. A frase que mais me toca é essa: Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!

Outras dele:

O bem que praticares, em algum lugar, é teu advogado em toda parte.

Lembra-te de que falando ou silenciando, sempre é possível fazer algum bem.

Deixe algum sinal de alegria, onde passes...

Ninguém quer saber o que fomos, o que possuíamos, que cargo ocupávamos no mundo; o que conta é a luz que cada um já tenha conseguido fazer brilhar em si mesmo.

Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito.

Se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas.

Se Allan Kardec tivesse escrito que ´fora do Espiritismo não há salvação´, eu teria ido por outro caminho. Graças a Deus ele escreveu ´Fora da Caridade´, ou seja, fora do Amor não há salvação.

Nenhum comentário: