05/11/2009

Só você pode decidir (não) ser nada.

Foi com educação, assim com jeitinho, naquela vozinha doce que me disse “você não é nada.” Coisa de “amiga” pra amiga mesmo. É nesse momento que o cérebro canta pneu, breca forte na pista e abre o airbag.

Mesmo que você não tenha chegado ao topo da montanha, e ainda está no meio do caminho, não pode parar de colocar os pinos no rochedo e deixar as gotas de suor pingarem.

É preciso ter plena ciência dos próprios talentos para não se convencer de que uma posição ou cargo determinam sua capacidade.
Se fosse um retrato, o “nada” seria uma pessoa deitada no sofá, comendo fandangos, vendo um programa trash da sessão da tarde, enfadado com a vida, sem objetivos. Diferente disso, alguém que pega chuva e sol pra fazer duas faculdades e briga com garras de leoa para permanecer, mesmo no cargo inicial de uma grande empresa, é sim alguma coisa.

Não se chega ao topo da montanha sem passar pelo sopé. E, infelizmente (?), eu não tenho helicóptero para aterrissar no cume sem esforços. Eu já sou uma história de sucesso, apenas estou nas primeiras páginas.


Tenha a mente sábia para não dar crédito a quem não te dá valor algum por estar no início da carreira, pois, parafraseando Arthur da Távola, um dos meus escritores favoritos, eu não sei fazer muitas coisas, mas sei fazer e ser o que muitos não sabem. Cada um tem que ter ciência dos seus dons e não se deixar abater.

Hoje, quando escutei que não sou nada, apertei com força a corda, respirei fundo, engoli em seco e olhei pra cima. Não acreditam que eu posso chegar lá, não é mesmo? Olho pra baixo, já estou bem longe do chão. Mas uma golfada de ar e as mãos se estendem para subir.

Não, não há ninguém que me pare quando sou eu que decido isso.


Li Mendi.

Um comentário:

Lucy disse...

Ai, amiga, é que vc não entendeu a frase pelo portuiguês correto. Ela disse que você NÃO é "nada". Ou seja, você é tudo. Porque o extrwemo oposto do nada é o tudo. Então se você não é nada, você é tudo!!! \o/ Mal sabe ela que te elogiou!!! hehehehehe...

E falando em vc, putz, ô saudade de andas contigo nessas trilhas da vida. Mas, eu estou um vaso quebrado tentando deixar-se consertar...

Amo vc, amiga linda e preciosa!!!