28/03/2008

Mente que não sente...

- “É por isso que eu uso Davene”. (Xuxa em uma propaganda de TV. Sei... Com todo dinheiro que tem para comprar aqueles creminhos mágicos caríssimos, você usa o popularesco Davene nosso de cada dia? É por isso que eu também acredito em duende.)

- Conversa de amigas. “Tô bonita com essa blusa?”, “Claro, está ótima”. (O trabalho que vai dar para ela procurar outra e vocês ainda chegarem na festa...).

- Conselho que ouvi para quem não pagou um boleto a tempo: “Ah! Diz que não chegou no sua caixa de correio e que não tem culpa por isso. Pede se poderiam enviar outro”. (É o que digo, em se tratando de mente de brasileiro tudo que se planta dá – no bom sentindo).

- Namorado que te chama para sair e pela 8ª vez vêem um filminho com pipoca combo: “Gostou?”. “Claro, com você tudo é ótimo”. (Mas se fosse um jantarzinho bem gostoso com luz baixa você nem ia recompensar melhor depois, hen...?)

- Mãe ligando pela 3ª vez para perguntar se já saiu da casa da sua amiga, porque está tarde e você: “Já estou saindo daqui agora”. (Deitada em cima da cama, bem no meio daquele assunto super legal? Ãnh-hãn.)

Como podem ver, tem quem minta por dinheiro, por ser bomzinho, por não ter paciência, por consideração e tantas outras desculpas. “Mentira é sempre mentira, tudo igual”, diriam os protótipos de anjos. “Mentira!”. Há mentiras que provocam danos maiores que outras, como as que podemos passar a vida contando para a gente.

- Eu não saio porque meus pais não deixam. (Na verdade, em boa parte dos casos, é porque você nunca conversou e tentou mostrar que podem confiar em você. Sem tentar, não dá.)

-Eu não arrumei um namorado antes porque não quis. (O fato é que você até quis, mas não será que se predispôs a tirar esse shortinho surrado e passar um batom? Topou a festa que te convidaram ou telefonou para chamar as amigas para sair? Se não colocar a cara na rua, vai ter que estar “a espera de um milagre”.)

-Meu namoro entrou na monotonia, culpa de tanto tempo juntos. (Culpa do tempo não, porque quanto mais experiente, querida, mais coisinhas sabe fazer. Culpa mesmo sua que esqueceu que o mundo do consumo para casais é um elo perdido de criatividade!)

-Essas mulheres das revistas são todas montadas no computador. Sou muito mais eu assim, tenho o que pegar. Homem gosta do que pegar. (Se tiver bem durinho, melhor ainda. Não me engana, você acha lindas também e fica pensando que bem que poderia deixar o sorvete do congelador para outro dia, mas no fundo, não tem tanta força de vontade assim. Se ele te ama, relaxe – com as nêuras, não com o corpo, viu?-).

Vou ter que acabar esse texto porque tenho outras coisas para fazer. Mentira, rs, na verdade, o meu irmão está disputando seu horário comigo no computador. Esse post rapidex foi por causa do dia da mentira (e do Golpe de 64?), mas deixo a dica do texto abaixo.

Beijos da Li, uma mentirosa e tanto como escritora. Essas estórias de mentira não tem que não goste. Assim, deixo a dica do meu livro atual
Fonte do Amor.

Nenhum comentário: