07/04/2008

3 x O para Geléia Arisco

As empresas pensam em estratégias de Marketing que até Deus está querendo consultoria e esquecem coisas óbvias como: quando você compra o produto, você quer consumi-lo.

Olhei para a geléia da Arisco na geladeira de casa e já não achei a borrachinha que tira o vácuo. Hum... Como se abre isso? Nenhuma indicação na embalagem! Eu pensei, com o abridor não é, quem sabe girando? Não consegui, então, tomei o pano de prato quase como arma no combate e aumentei o atrito, inviolável.

Não é para rir, nessas horas você se descobre um alucinado querendo comer geléia. Tive a idéia do fogo. O fogo não foi o marco da humanidade? Esquentei as beiradas da tampa, meio naquela nostalgia das aulas de física. Nem um milímetro a mais.

Veja que interessante: uma pequena fita vermelha chamada de lacre de segurança. Como assim? Eles já previam que eu iria atacar o pote de geléia com fogo? Eles estão preocupados com o pote, só pode rs.

"Nós preservamos a sobrevivência da nossa marca", não é o que todo gerente de marca fala? Putz, eu quero COMER e não preservá-la disso. rs. Fiquei com a maçã da fruteira e devolvi a geléia à geladeira. Desafiei toda a família a abrir a lata. Todos voltaram da cozinha derrotados.

Quando a data de validade vencer a gente joga fora, fica como gincana para as visitas. O lacre de adesivo está certo: é mais seguro comer a maçã que produtos em conserva.

p.s: Geléia não é indicado para crianças? Em que festa estava o cara que era responsável por pensar nisso que não testou a embalagem? Ele não come geléia.

(... 4 dias depois ... )

O último a se lançar com espírito olímpico sobre o pote de geléia Arisco foi meu namorado. Falei-lhe que não era uma questão de força, mas de astúcia, apenas para que não pensasse ser superior com seus braços musculosos. Ao que me responder da cozinha, rindo:

_Eu já sei como abre!

Continuei com as pernas esticadas no sofá, vendo televisão na sala. Bobinho, como é ingênuo. Ouvi um barulho de vidro estranho. Franzi a testa e olhei para o lado.

_Quer? _ apareceu com uma colher na boca e o pote de geléia sem a tampa.

Como fez isso?! Ãnh? Que técnica era essa que eu desconhecia?

_É simples. _ sentou ao meu lado e comeu mais uma colherada. _ Quer?

_Quero!

Ele fez que ia me dar, mas colocou na sua boca:

_Huunrrrgghhhh! _ grunhi.

_Você pega o pote e dá três pancadinhas na parede e depois tenta abrir.

_Quê?! Bater com a geléia na parede? Impossível.

_Acredite ou não, a geléia é minha. _ comeu mais um pouco e pegou o controle remoto para mudar de canal.

_Ahhhh! _ cruzei os braços.

_Tá bom, não faz beicinho. Vocês mulheres depois dizem que a gente não serve nem para abrir lata!

_Não serve mesmo! Hunf.

_Ah! Então vai ficar sem a geléia.

_Ahhhhhhhh! Poxa...

_Tudo bem... Toma. Você sempre consegue tudo?

_Não, menos abrir a geléia Arisco.

Por isso, crianças, quando quiserem comer geléia Arisco, batam contra a parede, porque os criadores do produto não pensaram nem em você, nem em mim, nem em ninguém que não tenha a genial idéia de espancar a embalagem para poder abri-la. Deveria ter um slogan: “Lute pelo seu produto”.

Li Mendi

(Este texto foi publicado originalmente da Li Mendi "Ad Blog". Se você curte propaganda e Marketing, passe lá e se divirta.)

6 comentários:

Aninha Barreto disse...

hauhauhuahauh!!!!!!!!!! amiga, não precisa tanto esforço...rsrs!! pega uma faquinha de mesa e da uma forçadinha na tampa que ela abre!!!!hehehehee!!! eu também adoro a geléia da arisco, mas a de mocotó sabor morango!! uma delicia!!!

Li disse...

ah sim, com a faca?
bem melhor que fogo e pancadas.
mas isso é recomendável para as crianças rs?

beijooos.

p.s ah, eu tinha pensado com a faca, mas como a tampa era de girar não consegui.

Lalita disse...

ainda bem que não gosto muito de geleia! hahaha

Lucy disse...

Eu acho q nunca vi essas geléias que vcs tão falando! *falou A alienada* mas enfim...

Adorei a idéia do slogan! \o/ a imagem seria de uma pessoa com luvas de boxe e a lata tb. hahahahahaha

Essas suas tiradas são demais, Li!

bju bju, meninas!

Lucy disse...

Ei, detalhe: tem q ser "3 x 1" agora! hehehe

Ana Carolina disse...

não lucy...3x0 mesmo...afinal, só o namorado dela que teve a ideia da pancadinha...quando não abre a tampa eu sempre espanco os produtos...rsrsrsrs...hábito de familia..r.srsrsrsrs...assim que consigi abrir um vidro de azeitona enquanto meu amor estava no serviço...afinal, não dava para mandar ele vir em casa abrir um vidro de azeitona...meu desejo já ia ter passado a muito!rsrsrsr...desde então, quando a tampa não sai fácil eu resovo meus problemas nas velhas porradinhas...como diria minha mãe!("dá umas porradinhas que abre")