27/03/2008

Uma breve anotação

Papo entre eu e minha amiga. Breve trecho que anotei no caderno de anotações na mesa do meu cérebro. Ela:

- "Hoje, na aula, o prof falou da relação entre a sociedade e o indivíduo, que envolve o tema do filme “Matrix”. Chegamos à conclusão de que o indivíduo não possui planos individuais. Tudo o que fazemos foi influenciado pela sociedade e faz parte do mecanismo para atender demandas que a sociedade exige de nós.

A imagem final foi a de que somos células de um corpo. Quando a mão coça o braço, as células (se possuíssem a capacidade de pensar e falar) poderiam dizer “vou coçar o braço porque eu quero”, mas na realidade, o dedo – do qual a célula faz parte – que coça o braço está fazendo isso por uma necessidade do corpo e não porque a célular deseja, individualmente. Sacou?

Trazendo pra sociedade. Não temos planos individuais. Nós absorvemos as lições que a sociedade nos passa e, ao longo dos anos, direcionamos nossos desejos para determinadas áreas que o meio no qual vivemos nos ensinou a querer. Entendeu?"

Entendi e te agradeço pela sabedoria das conexões! Beijo na testa!

Li Mendi

Nenhum comentário: