04/12/2007

"É caminhando que se faz o caminho"



Quando não houver saída
Quando não houver mais solução
Ainda há de haver saída
Nenhuma idéia vale uma vida...

Por muitos anos eu fiz planos de carreira, hoje faço planos de vida. Eu pensava que seria feliz se fosse uma jornalista de redação, se eu fosse para esse ou aquele país, ou se estivesse naquela posição da estratificação da indústria cultural. Quando entrei para faculdade e comecei a sair do "útero", aprendi que "nenhuma idéia vale uma vida". Me vem à mente o filme Um Bom Ano (A good year), que vi faz pouco tempo. Um homem muito rico, gerente de uma bolsa de valores, volta para o interior da Itália a fim de vender uma fazenda herdada do tio. Sendo que, ao chegar lá, começa a se reencontrar com sua infância. O sabor do vinho, a paz de um sono na rede, o cheiro da comida de casa... Depois de se apaixonar pela moça que atropelou no início do filme, ele recebe um telefonema de um empregado que tomou o seu lugar. É uma cena célebre, fantástica. O personagem está sentado na soleira da porta. Há uma mesa de toalha branca, esvoaçando com o vento sob uma árvore frondoza. Diante dele, um lindo jardim. O sol alaranjado fazia a mais bela fotografia de que me lembro! Eis que o falso amigo diz: "Você logo vai enjoar disso aí". Ele, então, olha para a bela mulher preparando a mesa e desliga. Senta-se à mesa e recebe um beijo nos lábios. A bela italiana senta em seu colo, toma o vinho e o abraça. O personagem descobre a verdadeira felicidade!

Quando não houver esperança
Quando não restar nem ilusão
Ainda há de haver esperança
Em cada um de nós
Algo de uma criança...


Eu passei os primeiros seis meses desse ano muito triste, realmente foi um caos psicológico. Pensei que não havia mais solução, estava muito desmotivada. Mas, eu descobri que "ainda há de haver esperança" e, hoje, estou realizada com o meu trabalho. Muito motivada, nem vejo a hora passar. Acordar cedo nem é sacrifício!

Enquanto houver sol
Enquanto houver sol
Ainda haverá
Enquanto houver sol
Enquanto houver sol...


O sol voltou a brilhar no meu caminho e eu agradeço a Deus e pareço não acreditar!

Quando não houver caminho
Mesmo sem amor, sem direção
A sós ninguém está sozinho
É caminhando
Que se faz o caminho...

É no meio do caminho que as coisas acontecem. À margem, nada vai para frente. É trilhando que descobrimos as nossas verdades. Há muito sobre mim mesma a desvelar. Surpreendo-me a cada dia com essa Li que me olha no espelho toda manhã cada vez mais mutante. Não agrado a todos, mas o que importa é que agrado a quem amo e não há nada mais lindo que o olhar de orgulho daquele que tem nosso coração!

Quando não houver desejo
Quando não restar nem mesmo dor
Ainda há de haver desejo
Em cada um de nós
Aonde Deus colocou...

Quero ter sempre desejo de crescer, melhorar, avançar, cometer loucuras, meter as caras e ver no que dá. Não posso dizer que sempre fui assim. Mas, nunca é tarde. Eu sei que eu erro, falho, dou mancadas. Só que não fico centrada nisso, me punindo... Quanto mais formos tolerantes com nós mesmos, maior nossa chance de fazer acertos.

As pessoas que são pouco pacientes com suas limitações transferem isso para os outros ao seu lado. Tenho exemplo de várias dessas ao meu redor. Sempre ali com o dedo apontando a menor falha, porque, no fundo, elas mesmas não são capazes de se perdoar pelos seus erros.

Eu falava para um amigo meu que era muito bom a gente ir para casa de alguém conhecido e não se preocupar em pentear o cabelo direito, nem pensar qual o sapato que vai usar. "Estamos em casa". Os amigos de verdade não se preocupam com isso. Aqueles que só sabem apontar o que nós não somos bons não são amigos, são recalcados e invejosos. Desses eu quero distância!

Eu conheço muita gente, converso com várias, mas, amigos são bem poucos, conto em uma palma da mão.

Enquanto houver sol
Enquanto houver sol
Ainda haverá
Enquanto houver sol
Enquanto houver sol...(3x)


Li

Um comentário:

Lucy disse...

É, amiga... não é só vc que muda o rumo da vida. Eu tb mudei e tenho muito medo disso, mas estou metendo a cara e verei no que vai dar.

O meu amado apóia totalmente, inclusive foi ele que mme incentivou a mudar e buscar algo que me seja agradável. Tenho medo, mas com a graça de Deus e o apoio do meu amor, eu consigo tudo! \o/

E não importa o que os outros vão pensar. Importa mesmo é o que nós (e aqueles que amamos) pensamos (pensam) de nós mesmas!!! =)

Vamo que vamo, miga!!!