29/11/2007

Recém-namorada

O telefone toca, eu largo o bife no fogão e venho atender. Se eu não soubesse que era ele, teria desligado a frigideira. Qualquer outra pessoa levaria mais de 5 minutos no telefone, ele era a exceção à regra. Isso porque uma ligação interurbana de celulares de diferentes operadoras não cabe no orçamento de um estudante.

Eu, embalada pelo costume de telefonemas de 1 minuto, calculei que ainda daria tempo de voltar para virar o bife. Mas, agora, me belisca para ver se eu estou sonhando, é diferente! Ele está formado e vai mora aqui, na mesma cidade! Ou seja?! Podemos falar longamente.

Foi realmente preciso pedir um tempo para desligar a panela, havia muito o que dizer. É estranho, porque o assunto parece diferente de todos que já tivemos:

-Você chega domingo? Ótimo, passa aqui de carro e a gente pode ir ao cinema.

-Claro. - aceitou.

-Ah! Durante a semana você também podia me pegar na faculdade e almoçarmos juntos. Que tal uma praia, à tarde? - sugeri.

De repente, começamos a rir, era tão ficção científica aquilo. Não estamos habituados com a normalidade. Era mais corriqueiro ele dizer: “Vou te ver só daqui 3 semanas”.

Estou uma adolescente que começou a namorar há três dias e vê tudo como novo! Sabe quando você quer estar bonita? Mais que isso, eu estou preocupada em viver melhor. Nunca pensei que refletiria sobre as condições das minhas veias cardíacas, do meu pique, da minha barriguinha...

Calcei o tênis e coloquei uma roupa de ginástica. Ao passo que meu irmão pôs a mão na minha testa e perguntou se eu estava doente ou sonâmbula.

_Não, né? Engraçadinho. _ ri, sarcástica.

Caminhei 5,5 km e senti que ia morrer. Puxa! Que inveja das mulheres correndo a toda velocidade e eu ali dando passinhos apressados com a língua de fora.

(Lucy, quando ler isso, não se preocupe, ninguém roubou a senha do blog, sou eu mesma que estou dizendo isso: “Eu fui fazer exercício aeróbico”.)

Não estou focando em um corpo de cabide, aqueles de modelos. Mas, refletindo que, se eu tirar 40 minutos do meu tempo, que, provavelmente, será destinado a alguma coisa inútil que eu considero importante, vou estar com 40 minutos futuros de mais juventude.

Na festa de formatura do meu namorado, vi muitas mulheres obesas, feias, acabadas pelo tempo. Fiquei horrorizada e com medo, porque, se eu não levantar dessa cadeira e me mexer, elas serão o meu espelho!

Meu vizinho era um enfermeiro daqueles bonitões, um lorde. Seu “bom dia” era tão cheio de energia que... não posso acreditar: MORREU DO CORAÇÃO! Como? Não morrem do coração só aqueles barrigudos e fumantes?

A minha recém- segunda –fase –de –namoro está me fazendo querer ser mais bonita, gostosa, cuidada, inteligente, culta. Uma injeção de endorfina!

Estranho falar sobre isso, quando vejo ao redor as pessoas casando e se mudando com seus maridos militares. Eu aqui pensando em cinema, praia, viagens, almoço na faculdade com meu lindo, teatros, sorvete na pracinha, sem pressa para crescer. No meu caso, eu preciso muito curtir tudo isso, mas sem compromisso de calcular os gastos com o aluguel ou as fraldas do filho. Um namoro adolescente, pacato, comum, que nunca tive!

Ouvi algumas pessoas me criticarem por isso: “Quê? Não vão casar?”. É quase com o mesmo tom de incredulidade: “Ihhh, tem certeza que ele te ama?”. Bom, cada um molda a sua segurança com os dados empíricos de que dispõe.

Depois de vê-lo tomar a decisão mais importante da sua vida, levando em conta nosso relacionamento, eu entendi o que é amar com gestos. Enquanto, uma parcela escolheu comprar um carro zero e viajar para longe, ele ficou com a outra via: estar ao meu lado para curtirmos aos poucos, devagar, um namoro gostoso, cheio de encontros românticos.

Ele pode não ter o carro zero. Mas segurará minha mão, dançará comigo em todas as boates por aqui, pularemos ondas, assistiremos todos os filmes do cinema e veremos tantos outros abraçadinhos no sofá de casa, em dias de chuva, almoçaremos em família aos domingos, curtiremos trilhas ecológicas, corridas no calçadão ao entardecer, com direito a ver o pôr do sol abraçadinhos, vamos a todos os shows possíveis. E isso, sinceramente, carro zero nenhum vale o preço.

Cada um sabe o tamanho da sua felicidade, a minha tem agora um tamanho GG e eu vou precisar sempre desligar a frigideira antes de atender o telefone.

Licença, vou calçar o meu tênis, preciso estar linda para o homem que, entre o dinheiro e amor, escolheu ficar comigo.

Beijos a todas!

p.s: Aos casais que estão se unindo com a benção de Deus, felicidades! Lutem sempre pelo amor de vocês e preservem o dia-a-dia como um eterno namoro! Enquanto isso, fico um pouco mais por aqui no mundo de solteira. Um dia chego lá!

Fonte= Imagem 1, Imagem 2, Imagem 3,

Li

7 comentários:

aninha disse...

olá!!!!!!! arrasou geral esse texto!!!! perfeito Li!!!!!! parabéns!!!!!!!

novo e-book na área!!!

www.parasempreemminhavida.blogspot.com

sarah disse...

aii q lindo como eu sou uma xorona assumida!!
dessa vez eu kase xorei hahuauhahu
Li parabens curta mt su amor!!!
bjinhos

Joyce disse...

Mesmo sem tempo vim aqui...e q texto lindo, aliás tanto esse qdo o anterior...

Com relação a ter um namoro normal, aaaa como eu queria q acontessesse comigo qdo chegar a minha hora, mas é complicado qdo se fala em vagas né? Se acontecer o mesmo q vc, de meu lov vir morar na mesma cidade q eu, é claro q vou querer ter um "namoro adolescente", mas se ele for pra mt mt mt mt longe, não sei como as coisas vão ser...

Curta mt esse momento viu Li, enfim um namoro normal, e sem ninguém pra ficar falando na sua cabeça q teu namo tá longe...sim agora ele vai te pegar na facul!!!

Bjos!!!
E em 2009 a gente se encontra!!!

Anônimo disse...

tens muita sorte...
poucas são escolhidas...
seu namorado te deu uma imensa prova de amor...
nesse mundo onde o dinheiro e o machismo imperam, é raro ver homens tomarem decisões como a do teu amado...
espero que sejam muito felizes...
=)

Lucy disse...

Como diz a Palavra de Deus:

"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu." (Eclesiastes 3:1)

Lucy disse...

Li correndo por livre e espontânea vontade!? Geeeeeeente, que maravilha!!!
uhahuahuahuahuahuahuahuahua

Agora vc vai correr atrás, né não? E vai ser melhor que antes porque agora é você quem quer!!! Agora será eficaz porque a vontade parte de você, pricipalmente. Ele deve ter ficado maravilhado, né?! Que ótimo, miga!!!

Agora, com vc aderindo ao mundo dos atletas, nós vamos trocar dicas de saúde e tudo o mais na vida!!!

Bjos, miga!!! A gente se fala, hein!?!?!? \o/

Deisinha Rocha disse...

Vai fundo Li...
Vc merece...
agora aproveita tuuudooo...

bjOo ni vc...