16/10/2007

O amor não é comércio


As pessoas que são infelizes (e suas amigas!) acabam transportando os problemas delas para você. Tentam (por amor a você) te convencer a mudar sua vida para não cair no mesmo erro que elas. Mas... E quem garante que você vai acabar tendo o mesmo destino que elas?! Elas garantem! Isso pode ser aterrorizante, um verdadeiro massacre psicológico quando ao mesmo tempo que você sente raiva, sente também pena e amor por esta pessoa.

Já me vi tendo resistência para muitas situações em que precisei lutar pelo meu amor. Quando penso que já passei por coisa demais, sempre me aparece uma nova. Ontem, falei uma frase para alguém que horas depois serviria para mim: “Não espere que a vida lhe proporcione as circunstâncias necessárias para se amar alguém, caso contrário você não será digno do retorno positivo ganho por mérito”.

A máxima de que todos os homens são iguais foi dita a primeira vez por um infeliz. Você já viu alguém feliz igualar seus parceiros aos outros? Muitos homens podem ser iguais, mas ainda acredito nas exceções. Alguns podem até não serem perfeitos, mas até nesses acredito na capacidade de mudar. Eu ainda tenho fé nas pessoas.

Pessoas não são produtos que escolhemos na prateleira da loja, levamos para casa, usamos e depois descartamos ao descobrir que podemos ter outra que seja mais adequada as nossas necessidades. O nome disso é comércio e não relacionamento.

Quem ama tem a paciência de ensinar o outro o melhor caminho e esperá-lo mudar. Alguns homens não vão querer mudar. Nesse ponto pode-se pensar no término. Outros se pré-dispõem a melhorar para te fazer feliz. Esses merecem mais uma chance. O grande “x” da questão é dar o tempo para o outro te mostre o que ele está disposto a fazer por você.

Só que no entorno age a pressão do meio. Dá vontade de abaixar a cabeça, colocar as mãos na nuca e chorar. Fiz isso também, mas chorar não ajuda em nada. E se eu luto também não é para esfregar o troféu da vitória na cara de ninguém. Por mais que esse desejo vil também exista em mim, em momentos de ira. Minha batalha é para a minha felicidade. Eu disse MINHA. Além da infelicidade dos que me rodeiam.

Alguém já passou por isso, ou o mundo anda conspirando mesmo contra mim? rs

Fonte:Imagem

Li Mendi

4 comentários:

Bruna_Moretti disse...

Naum Li, o mundo naum conspira contra vc...
Achu q estou passando por algo parecido...imperfeições no relacionamento q me deixando cada vez mais fraca e ao menos tempo mais forte!
bjusss

ana disse...

resolvi dar o ar da graça...rsrs!!! minha querida amiga, o mundo não está conspirando contra vc... acho que todas nós em algum momento da vida já passamos por isso! mas isso nos faz mais fortes!!!! bju enorme linda!!!!!

Lucy disse...

Faz parte da vida passar por montes e vales. E todas passam por isso um dia... umas superam, outras, não. Agora é a sua vez de escrever a hsitória. Tô contigo, miga. Torcendo feito aquelas "patys" norte-americanas nortem pelos garanhões do futebol americano... mas sou ainda mais estérica! Além de torcer, eu ainda te ajudo se precisar de consleho ou apenas de um ouvido ou ombro amigo... =)

Enfim... respira fundo, vai. Nós vamos sair dessa fossa juntas. Quebrar esses muros. Eu também tenho fé nas pessoas... fé em nós duas e no nosso potencial.

Bjos! \o/ Se precisar, já sabe o q fazer. ;)

luana disse...

Vc sempre aparece com um conselho maravilhoso na hora que estamos precisando.... agora é nossa vez!
Força, a vida é assim às vezes estamos lá em cima e às vezes descemos , mas não fique triste cada crise vc tira um aprendizado...
Muitos beijos e obrigada pelo e-mail
Luana