31/08/2007

Para você que não consegue conceber a idéia
de um relacionamento à distância

Uma nota rápida para aqueles que passam por aqui, não entendem nada ou não acreditam em nada do que dissemos sobre distância, amor, veracidade de sentimentos, ações e palavras.

Uma explicação simples e direta sobre a razão de sermos assim, sobre a racionalidade das nossas atitudes. Quem sabe até isto possa ser a "revelação" para aqueles que não conseguem enxergar a simplicidade do amor que cada uma das participantes deste blog vivem.

Enfim, explicando didaticamente, simplificadamente, sem mais delongas, eu afirmo que o amor à distância que vivemos é exatamente como a amizade descrita em um texto do site
Garotas Que Dizem Ni , autoria de Pablo Miyazawa, cujo título é "Simplesmente Amigos". A bem da verdade, nosso relacionamento é uma amizade verdadeira que gera um amor verdadeiro e possui intimidade tal que nos leva ao romance.

Não está entendendo nada do que estou dizendo? Bem, leia o texto e, a cada descrição que o autor faz das situações, dos sentimentos, imagine que ele fala de dois namorados que não se vêem com freqüencia. Como, por exemplo, quando ele diz que tudo ornava entre ele e seus amigos. É assim conosco. Tudo converge para o ponto de interesse dos dois, de uma forma ou de outra. Ou, ainda, ele fala que os tempos passaram e rolavam e-mails esporádicos, umas conversas por MSN, e por aí vai. Assim, também, acontece em nossos relacionamentos. Temos um contato escasso por e-mail, telefonemas esporádicos, mas cada encontro é como se o tempo não houvesse passado. Tudo está do jeito que "deixamos" no último encontro.

Para aquelas que namoram um militar, eu não precisaria explanar nada disso. Só por ler o texto, já entenderiam a essência sobre a qual escrevo. Mas, para quem não entende, peço que leia o texto e imagine a si mesmo em seu relacionamento com os próprios amigos.

Transportou-se para o texto?

Agora, pegue um dos seus amigos, aquele do qual mais goste. Transforme-o em seu namorado(a), apenas para que eu possa ilustrar melhor minha explanação.

Transformou-o(a)?

Certo. Agora, veja bem: os telefonemas esporádicos, a vontade de vê-lo, a falta de contato... e, finalmente, o encontro. Nada muda, não é? É, mais ou menos, dessa forma que acontece conosco. A única dfierença entre ser protagonista de um romance à distância e as amizades que você tem é que nós não deixamos que o contato se perca, não importa o que aconteça. Ele é o nosso melhor amigo, mais amigos do que os seus amigos de infância que ainda possuem contato contigo hoje. Mais amigo do que o seu melhor amigo hoje, que vez ou outra você não fala com ele.

A única diferença é que a nossa amizade não esfria a ponto de tornar-se esporádica. É chama que arde o tempo inteiro, perto, longe, alegres, tristes. É uma amizade duradoura. Eu poderia dizer que é uma amizade eterna enquanto dura, porém, sei de casos em que o relacionamento acaba e a amizade continua. Portanto, prefiro dizer que é uma amizade eterna, até melhor cultivada do que todas as nossas outras amizades.

Bem, a idéia deste post era uma "nota rápida", mas percebi que não seria fácil para os que não vivem a nossa realidade fazer a tal visualização descrita acima. Só aquelas pessoas que passam pelo mesmo saberiam identificar com precisão cirúrgica o que eu estou falando no texto citado. Espero que, agora, as idéias sobre um relacionamento à distância estejam um pouco mais claras. Não dá para compreender totalmente. Só vivendo mesmo para tomar conhecimento da essência, mas... creio que a tentativa foi válida!

E existem vários porquês, mas isto é assunto para outro post...

P.S.: Bom dia, Eli! Bom dia, meninas! Eu levantei da cama, abri os sites, naveguei e encontrei esse texto legal. Lendo-o, surgiu o insight que me fez produzir o texto acima. Era para ser uma nota rápida, mas, Eli, você sabe que é algo mais forte do que eu... (risos)

6 comentários:

aninha disse...

boa tarde meninas!!!!! passando pra deixar um bju pra todas e fazer a visitinha rotineira...apesar de naõ estar mais namorando há algum tempo eu gosto muito deste espaço e tenho enorme carinho por todas! o texto da lucy deu a impressão de que alguém que não tem mais o que fazer andou fazendo comentários indecentes de novo aqui no blog!!! mas vcs são superiores a tdo isso!!!!!! bju enorme pra todas!

Lucy disse...

Oi, aninha!!! \o/
Acho que já estamos vacinadas, né não? Mas, esse texto nao foi bem um comentário ou resposta pra algum comentário anônimo... foi realmente um insight que surgiu na hora com um texto perfeito para explicar como funciona essa "coisa doida" de namoro a distância... hehehehe...

Bjo pra vc, linda! \o/

aninha disse...

namorar a distância não é fácil né Lucy!!!!! admiro a força do amor de vcs!!!!!!

luana disse...

Nós somos guerreiras todos os dias!!! bjus e muita força meninas

Lucy disse...

É isso aí!!!
Para estar com Grandes Guerreiros, nada menos do que Guerreiras como nós, né não? Ou acha que els escolheriam mulheres que não aguentam a batalha??? Não, não!!!

É como 300 (o filme)!!! O cara lá tinha uma mulher mto forte!!! Cara, mto chocante aquele filme!!!

Li disse...

tb vi e adorei!!!!