19/08/2007

Como diz Fernando Pessoa: “Tudo vale a pena, se a alma não é pequena

Trilha sonora do texto,clique aqui


Meninas, ao acabar de ler o texto dos 100 dias um filminho passou pela minha mente. No ano passado, nessa época, eu estava uma pilha de nervos, super ansiosa com a aproximação do aspirantado e ainda não tinha providenciado nada...quando a ficha caiu. Faltavam apenas 100 dias para a bolha estourar, uma felicidade invadiu o meu coração, o meu amor iria sair dali, eu não teria mais que enfrentar tanta distância (eu sou de Recife, então você já imagina, né?!), iria me livrar daqueles orelhões que sempre estão ocupados..afff...dos campos que deixam os nossos amores super cansados...

Só que logo depois, uma apreensão se abateu sobre mim, comecei a pensar no futuro. Passei anos namorando à distância, eu nem sabia mais o que era ter um namoro normal, e a escolha das unidades ainda não tinha acontecido. De repente, fiquei um pouco angustiada, e se ele fosse transferido para as fronteiras, aumentaria ainda mais a distância, e devido ‘a minha faculdade eu não poderia ir logo com ele.
Então comecei a viver um dilema, estava feliz e triste ao mesmo tempo. E isso durou até o dia da escolha das unidades. Graças a Deus, o meu namorado conseguiu vir para Pernambuco. Eu quase não agüentei de tanta alegria, tudo aquilo parecia um sonho! Um sonho que se tornou realidade.

Por que um sonho? Por causa de tudo o que eu já tinha escutado dos meus familiares, dos meus amigos, até mesmo dos estranhos, que sempre diziam que eu estava vivendo um sonho, um conto de fadas. Algumas pessoas chegavam até mesmo a insinuar que eu estava sendo uma idiota, por namorar alguém que estava tão distante, falavam que ele estava me traindo, que eu estava perdendo o meu tempo...nossa...uma chateação!

No entanto, lá no fundo do meu coração eu sempre tive a convicção de que tudo iria dar certo, é claro que às vezes você desanima um pouco, pois as pedras que surgem no nosso caminho não são poucas, mas como diz o sábio Fernando Pessoa: “juntarei todas as pedras que surgem no meu caminho, pois um dia ainda vou construir um castelo”. E acho que o nosso castelo está sendo construído aos poucos, eu nem acredito que já faz 9 meses que estamos pertinho, tendo um namoro quase normal...falo “quase”, pois os campos, as prontidões, os serviços de fim-de-semana, além das missões especiais vão acompanhá-los sempre (já faz 3 semanas que o meu amor está numa big missão lá no sertão, logo, voltei ‘a vida de abandonada..rs**).

Pois é meninas, não liguem para o que os outros dizem, acreditem que tudo pode dar certo. Mesmo se os seus amores forem transferidos para longe, não desanimem, se o amor for verdadeiro, vai resistir. Tentem, pois aqueles que tentaram e não conseguiram são superiores aqueles que nada tentaram. “Tudo vale a pena, se a alma não é pequena”!

(Esta página do diário foi escrita por Danuta)


*♥*´¯`*.¸¸.*´¯`* *´¯`*.¸¸.*´¯`*♥**♥*´¯`*.¸¸.*´¯`* *´¯`*.¸¸.*´¯`*♥*

3 comentários:

ana disse...

lindo texto Danuta!!!! que a felicidade seja sua constante companheira viu!!!!

Ana Paula disse...

Acho q estou sentindo essa mesma sensação.

Camila disse...

Dan, eu me lembro mto bem disso...vc se lembra das nossas especulações?? Ai, que nervoso que dava...
Bj, flor!!