31/07/2007

Você não sabe o quanto eu caminhei

(autor da foto: Luis Lob)

Estava aqui ouvindo a música do cadete. Lembrei-me daquele quadro do programa do Vídeo Show, que apresentava a tradução das músicas-tema dos personagens de novela de uma maneira tão bonita. As canções em português também têm uma equivalência, não com outras palavras sinônimas, mas com explicações sobre seu significado. Fiquei então aqui sozinha, escutando uma voz ao fundo falando entre os versos. Você deve me achar louca, mas talvez não seja bem o grau de loucura a causa disso, mas um dia de tristeza. E a tristeza de alguma forma sempre me traz inspiração.

Clique aqui e aumente um pouquinho o som:

[A Estrada - Cidade Negra]

Você não sabe
O quanto eu caminhei
Prá chegar até aqui


Eu sei, você deixou de sair com os seus amigos para estudar para as provas da Prep. Você passou e aquilo era uma vitória que indicava só o começo. Porque entrou naquele ônibus e cortou o cordão umbilical com sua família. Deixou para trás seu quarto e a comida de sua mãe. Você foi atrás de um farol que iluminava o futuro. Mas era só um garoto e parecia tudo tão assustador, mas não dava para, em uma noite fria, acordar e voltar, os portões estavam sempre fechados. E você caminhou para chegar até aqui, no último ano da AMAN. Isso significou um primeiro ano de árdua e desgastante adaptação às regras, às normas pré-estabelecidas pelas hierarquias superioras e também “anteriores”, dos mais velhos... E veio o segundo ano e o terceiro com todas as suas provas, os serviços noturnos, as punições.

Percorri milhas e milhas
Antes de dormir
Eu nem cochilei
Os mais belos montes
Escalei
Nas noites escuras
De frio chorei, ei , ei
Ei! Ei! Ei! Ei! Ei!...(2x)


Ei, eu não ia esquecer de dizer, nos campos você percorreu milhas e milhas antes de dormir e nas noites escuras de frio, se enrolou na lona e tentou dormir com saudade de casa, de uma cama quente, de um abraço, de um afago. Era preciso ganhar rusticidade, não é assim?

A vida ensina
E o tempo traz o tom
Prá nascer uma canção
Com a fé do dia-a-dia
Encontro a solução
Encontro a solução...

A solução era uma só: agüentar e viver todos os desafios que vinham pela frente: a perda de amigos, as notas baixas, as noites dormindo, escrevendo a monografia. Até que você vê que nem tudo é ruim, porque tem também as festas, os churrascos, as viagens, os risos, os campeonatos, as vitórias, as conquistas, aquela nota na próxima prova que melhora e o tempo traz o tom.

Quando bate a saudade
Eu vou pro mar
Fecho os meus olhos
E sinto você chegar
Você, chegar...


Eu também fecho os olhos e sinto você chegar aqui na memória com tantos momentos bons e inesquecíveis. Eu também precisei encontrar a minha solução para preencher as lacunas da casa da vazia, da vida vazia sem seu cheiro, seu toque, sua voz, sua presença!

Quero acordar de manhã
Do teu lado
E aturar qualquer babado
Vou ficar apaixonado
No teu seio aconchegado
Ver você dormindo
E só vendo
É tudo que eu quero prá mim
Tudo que eu quero prá mim...


É também tudo que eu quero para mim, ver você aqui de bruços, dormindo seu sono tranqüilo, profundo. Passar a mão no cabelo espetado e sentir aquele toque próprio. Abrir os braços e te aninhar com carinho para te dar todo o conforto, amor, o calor e o afeto de que tanto precisa e sente falta.

Quero!
Quero acordar de manhã
Do teu lado
E aturar qualquer babado

Vou ficar apaixonado
No teu seio aconchegado
Ver você dormindo
É tão lindo
É tudo que eu quero prá mim
Tudo que eu quero prá mim...

Você não sabe
O quanto eu caminhei
Prá chegar até aqui
Percorri milhas e milhas
Antes de dormir
Eu nem cochilei
Os mais belos montes
Escalei
Nas noites escuras
De frio chorei, ei , ei
Ei! Ei! Ei! Ei! Ei!...


Meu caminho só meu pai
Pode mudar
Meu caminho só meu pai
Meu caminho só meu pai...
Together..Together..(2x)


Só Deus pode mudar nosso caminho, não sei para onde ele quer levar. Tenho medo de naquela próxima bifurcação eu entrar na direita e você na esquerda por tantos motivos... Mas eu sei que hoje estamos assim: Together. E o amanhã, não importa, depois de todos esses anos de luta sou Eu que te digo...

“Você não sabe
O quanto eu caminhei
Prá chegar até aqui”.

Li

6 comentários:

Nathália disse...

Entrei com essa música na minha formatura, ela tem td a ver com conquistas dificeis lutadas a 2 e por isso a escolhi, pois mesmo atrasando em 1 ano a facul, tendo ficado sem trabalhar e td +, meu amor sempre esteve me apoiando, da mesma forma q apoiei ele!!
E assim vamos todas nós, trilhando nosso caminho, procurando não nos afastar do deles!!
Bjs

Li disse...

Sim, Nath! Vamos todos juntos seguindo nosso caminho, por mais difícil que pareça em alguns trechos!
Beijos para ti!
Li

Tita disse...

Ahh essa música é linda demais! E é perfeita pra gente não é?
Adorei!! Bejaum

kel disse...

nossa q perfeito li...amei
essa musica realmente fala muita coisa!!!!
ah desculpe a ausencia!!!
bjs

aninha disse...

ai Li... vc tem o dom de mexer com nossas emoções...rsrs!!! chorei...rsrs!!

Lucy disse...

Ela sabe muito!!! \o/
Ficou lindo mesmo esse post!!!

Bjo, Li!!!

Bjo, queridas leitoras!!! \o/