16/06/2007

Quem disse que não dá? Com amor nada é impossível!



Um namoro diferente só isso!

Você imagina ficar uma semana longe do seu amor. Agora põe um mês nisso. Ok, multiplique por 4! Nossa, quase impossível né? Pois foi assim com uma grande amiga e é o que vou contar no post de hoje...

Eles se conheceram no colégio e o amor precisou passar pela difícil prova da separação física. Ele veio para o sudeste e ela ficou em sua cidade, a tantos estados de distância. Tudo bem, você pode me dizer que o avião está aí para isso. Mas quem tem dinheiro para viver de ponte área? Ainda não somos a Ivete Sangalo para comprar nosso aviãozinho particular. Assim sendo, ela só pode se satisfazer com os benefícios das telecomunicações. Mas o que substitui o toque da pele, o beijo gostoso, o tato? Nenhum um msn do mundo resolve essa questão. Somando-se a essa deficiência, a falta de tempo dos namorados que passam o dia estudando e pouco têm tempo... o resultado é uma saudade enlouquecedora.

Para suportá-la, passamos duras provas de tristeza. É um teste para paciência e perseverança que “No Limite” ou “Survive” nenhum da vida colocaria defeito! Nesse entre tempo e acasos (será?) do destino que essa minha amiga e eu nos cruzamos pela net. Cultivamos uma amizade muito legal. Lembro de passarmos horas no msn via webcam e fones de ouvido conversando, enquanto eu fazia a unha do pé e ela jantava. Assim, rimos muito, afinal, somos duas palhaças! Não há limite para o grotesco, nem bizarrice, a gente fala tanta besteira que nunca consegui contar tanta abobrinha para ninguém. Lembro que uma vez a mãe dela entrou no quarto e perguntou por que a coitadinha estava chorando. Mas ela estava chorando de verdade (vermelha!) era de tanto rir. Só que nem sempre tudo é tão engraçado. Recordo do dia em que ela chorava e eu não podia abraçá-la, sua mãe ali fazendo carinho na cabeça dela e eu me agüentando para não chorar também... Só o silêncio. Ela soluçando de saudade e o que eu poderia falar de consolo? Nada! Amizade é isso, é sentir junto. E quando sabemos o que a pessoa sente, é mais duro ainda.
Então, eu arrisquei: _”Já te contei como meu irmão matou minha rolinha de estimação?” E o papo foi desenrolando e no fim ela estava rindo da estória do meu irmão pisando em cima do meu passarinho... Tentei fazer com que aquela tragédia fosse a comédia épica, só queria vê-la sorrir. Amizade é isso também!

Só que quero dessa vez contar um lindo e feliz episódio, afinal, a vida vale pelas coisas felizes! Na semana passada, ela pagou para o namorado dela vir vê-la. Você sabe o que é isso? Economizar para ajudar o namorado cruzar o país para te ver? Sim! Só tinha um detalhe: ela estaria trabalhando... Visto que o trabalho não estava mais correspondendo às expectativas, ela arriscou pedir um dia de folga e a patroa não deu. Ela então fez o quê? Bom, eu já a conhecendo como maluca que só, não duvidaria de nada. Isso mesmo! Ela se demitiu! A chefe falou que ela estava cometendo uma grande burrice. Ela só queria chegar até o aeroporto e vê-lo, só isso. Eram 4 meses... conforme eu contei no início do post!

A ansiedade era tamanha. Nessas horas é de lei o vôo atrasar para colocar qualquer uma com gastrite de nervosismo! Ela então, o viu buscando as malas. Queria pular, gritar, mais ainda uma parede de vidro os separava. Mais alguns minutos e eles se abraçaram com muita força. (Eu falo com tanto detalhe, porque a mãe, tão fã do namoro deles quanto eu, tirou fotos e registrou aquelas cenas de cinema. É de vir lágrimas aos olhos vendo as fotos). E tem uma imagem em especial, que me fez ter vontade de escrever esse post aqui... É deles dois deitados e com os rostos muito próximos se olhando, em preto e branco. Simplesmente uma síntese de um amor acima da distância, das críticas, de tudo! Bom, foram dias sagrados grudados, costurados, respirando o mesmo ar, isso a gente nem precisa fazer força para imaginar, não é mesmo?

Eu virei então para ela e disse:
_Ninguém acredita, quando a gente conta né? As pessoas não entendem...
_É, elas só me desestimulam, falam para eu largar ele, que é besteira. Mas eu digo que é apenas um namoro diferente...

Amiga, eu te admiro demais. Agora que comecei a trabalhar e chego muito tarde do trabalho, não podemos mais ficar rindo. Só nos meus raros dias de folga. Lembra do dia em que eu estava em cima da cadeira, porque uma barata entrou no quarto e você se mijando de rir na webcam das minhas tentativas de matá-la e eu correndo dela?Eu também não vou esquecer! Te adoro muito mesmo!

Bom, é isso, eu quis falar dessa grande amizade. Teria que ter muitos outros posts também para contar de tantas outras meninas por quem tenho um grande carinho e admiração! Como é bom ajudarmos umas as outras!

E você? Quer contar também algum episódio com sua amiga que passa o mesmo que você? Posta aqui no blog, não precisa identificar o nome dela, só ela saberá. Olha o e-mail: amormilitar@yahoo.com.br


AJUDEM!!!
Meninas, alguém aí mora em Resende? Tem uma menina do blog que quer se mudar para lá ano que vem e queria começar a entrar em contato com gente que morasse lá para ter um help, informações, uma luz... Somos ou não um clã?! Rsrs. Temos que nos ajudar! Deixem o msn quem mora lá que eu passo para ela!

5 comentários:

danuta_aguiar disse...

Eu sei bem o que é isso...já passei seis meses sem ver o meu amor....que sofrimento....
E quem acha que esse perrengue a gente só passa quando eles estão na AMAN está enganada. Uma super amiga minha, que agora namora um aspirante, também está passando por isso. Já faz 4 meses que ela não vê o namorado, o pior é que a previsão para o reencontro é dezembro....ai...ela está tentando ir vê-lo em setembro, mas ainda não tem nada certo.
É preciso muito amor e perseverança...

feriele disse...

oi eu moro em resende.. meu msn eh fernandariele@hotmail.com

fique a vontade adoro ajudar..bjs p tds...

emelise disse...

amei!!!!!!!!!

emelise disse...

essa sua amiga deve te amar muito,hein!?bjoo!

Ana Paula disse...

olá meninas!!!! esse site é mesmo muito lindo né!!!! amigas que seguram a onda umas das outras... lindo mesmo!!!! amar um militar requer força, persistência, perseverança... mas vocês conseguem... ontem involuntariamente acabei juntando minha melhor amiga com um militar... ai já viram né!! na despedida ontem aquele abraço com olhos marejados porque ele está de serviço hoje... sobrou pra mim dar aquela força e fazer acreditá-la que tudo é possivel quando se gosta, se ama de verdade!! bjus

Meninas, visitem o romance militar Tão iguais e tão diferentes - um amor militar na maturidade

www.taoiguaisetaodiferentes.blogspot.com