23/06/2007

Nosso amor vencerá tudo!


Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos traduzidos em palavras
Pra que você possa entender
O que eu também não entendo



Eu já quis ter certeza que valia a pena cada ida frustrada ao orelhão. Se valia a pena cruzar o Brasil para te encontrar e largar minha rotina para trás por algumas horas. Se tinha mesmo sentido abdicar de tudo que é convencional para viver essa loucura, a nossa loucura de amar diante de todos os impossíveis. Esses são só os meus pensamentos soltos. Você entende bem o que eu sinto, talvez sob outras dificuldades, carências. Também deve ser difícil o outro lado. Ficar trancado em um lugar, longe de todas as pessoas que ama, do seu quarto, da sua vida.

Amar não é ter que ter sempre certeza
É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém
É poder ser você mesmo e não precisar fingir
É tentar esquecer e não conseguir fugir, fugir



Descobri que te amar é esquecer essa coisa de ter sempre certeza, porque a todo momento eu sinto que tenho que renovar os meus valores, os meus preconceitos, se eu quiser de fato entrar no seu mundo complexo, cheio de variações de humor. Você, às vezes, é chato, um mala. Em outras, é um príncipe encantado. Não há ninguém perfeito, mas certamente chegou o mais próximo do que eu tinha como perfeição. Comigo, você pode ser você mesmo que eu já estou feliz.

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém é por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito mas com você eu posso ser
Até eu mesmo que você vai entender


Quando a saudade aperta, as pessoas começam a me encher os ouvidos, eu fico fraca. Algumas vezes, já pensei como seria se te largasse. Só que quando eu fecho os olhos no ônibus, ou antes de dormir, eu lembro de nós dois abraçadinhos, rindo, falando besteiras no ouvido um do outro. Penso na gente se fartando de sorvete, pipoca, pizza e travando os papos mais doidos ou filosóficos. Não adianta, não vem outro cara em mente, só dá você. 100% você. E eu também posso ser só eu mesma, cheinha de chatices, de frescurices, de bobeirices e você não é que ainda gosta de mim mesmo assim?

Posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você eu tô tranquilo, tranquilo


Posso tantas coisas ao seu lado, que todas as impossibilidades de quando a gente está longe se anulam. Eu posso deitar no seu peito e ouvir a batida do seu coração. Eu posso ficar ao seu lado fazendo carinho no seu cabelo e te ver dormir. Eu posso deitar no seu colo e sentir sua mão brincando com os fios do meu cabelo. Eu posso fazer trocentos milhares de coisas insignificantes que tem tanto valor para mim, para nós!

Agora o que vamos fazer, eu também não sei
Afinal, será que amar é mesmo tudo?
Se isso não é amor, o que mais pode ser?
Estou aprendendo também


Eu já tentei qualificar em mil formas o que é isso que rola entre nós, se não é amor, eu não sei mais o que é. Porque se o amor é tudo isso de mágico, não tenho dúvidas, você é o meu amor. Não importa se tive outros amores. Não importa se um dia você ou eu possamos nos largar e ter outros amores. Não importa esse montão de amores possíveis. O único amor de fato que me interessa é o nosso amor, o nosso amor de agora, de hoje. O resto não me pertence. Meu coração só tem uma almofada bem grandona só para você ficar espalhadão nele. Quer maior mordomia?

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém é por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito mas com você eu posso ser
Até eu mesmo que você vai entender

Posso brincar de descobrir desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos e até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você eu tô tranquilo, tranquilo

Agora o que vamos fazer, eu também não sei
Afinal, será que amar é mesmo tudo?
Se isso não é amor, o que mais pode ser?
Estou aprendendo também

Eu sei o que temos que fazer: viver, seja viver as pedras do caminho, a distância. Que venha tudo sobre nós, a gente vence. Me dê a mão e segure com força, pense com fé: a gente pode!


Li (www.limendi.blogspot.com)


***
Humor: (scrap que recebi no orkut rs)

MILITAR não entra: AVANÇA.
MILITAR não pode: TEM PERMISSÃO.
MILITAR não come: ARRANCHA.
MILITAR não dorme: TORA.
MILITAR não relaxa: ACOCHAMBRA.
MILITAR não adoece: BAIXA.
MILITAR não anda: SEM CADENCIA MARCHE.
MILITAR não desfila: MARCHA.
MILITAR não estuda: PAPIRA.
MILITAR não volta atrás: DÁ ÚLTIMA FORMA.
MILITAR não se arrasta: RASTEJA no 1º processo.
MILITAR não se agrupa: FICA COBERTO E ALINHADO.
MILITAR não se proteje: FICA COBERTO E ABRIGADO.
MILITAR não se esconde: SE CAMUFLA .
MILITAR não tem tarefa: TEM MISSÃO.
MILITAR não tem carro: TEM VIATURA.
MILITAR não pratica esportes: PRATICA TFM.
MILITAR não tem alarme: TEM PDA.
MILITAR não é burro: É BIZONHO.
MILITAR não erra: CAGA O PAU.
MILITAR nao vai embora: SEGUE DESTINO.
MILITAR nao faz bagunça: TOCA O ZARALHO.
MILITAR nao tem dica: TEM BIZU!

5 comentários:

li disse...

Mais uma:

Militar não enrola na prova: Carteia

aninha disse...

muito jóia Li!!!! adorei!!!!!!! meninas um ótimo fds para todas! passei rapidamente para deixar um oi básico porque estão quase me expulsando do pc...rsrs!!! bjus

Querem conhecer um romance militar na maturidade ? então naõ deixem de conhecer a história de Andressa e Márcio em Tão iguais e tão diferentes

www.taoiguaisetaodiferentes.blogspot.com

mell disse...

copiei esse scrap q vc recebeu e mandei pro kekell!
uheueueuhe
nem pedi e jah mandei!
sahuhauhhuuhsa

lindo teu texto li!
amei por demais!

=*

Eu disse...

Li, vi seu site pessoal! nossa, ta bem legal! estou lendo com calma seu livro de crônicas! to gostando! mas eu tenho que te contar uns babados fortissimos!!! to escrevendo um texto aqui pro blog! vai ser chocante, mas CHOCANTE MESMO!!!!!! o que eu vou contar nesse texto, é lamentável, porque apesar dos pesares lamentei profundamente a sorte das protagonistas da história! to escrevendo no rascunho ainda! quando ficar pronto eu mando! mas eu não poderei de forma alguma ser identificada! eu naõ vou me identificar aki, vc sabe kem está lendo seu livro de crônicas com calma... então já sabe kem sou! bjus linda e bom domingo!

Luma disse...

Humm me mandaram tb por scrap esse negocio de girias morri de rir...
nossa qto tempo nao apareço aqui... lindo o texto
beijao meninassss