31/05/2007

O tempo


O tempo não apaga a dor, mas ameniza,
não a destrói, mas a cicatriza.
Aquela que, as vezes vai sangrando, mas com o passar do tempo,
pouco a pouco se arrastando, sendo levada pelo vento...
Pelo vento da vida, ás vezes tão dura e cruel,
as vezes bem e as vezes mal vivida,
as vezes doce e as vezes amarga como fel.

De qualquer modo, o tempo é o meu amigo,
nos poucos instantes da vida em que fico feliz,
quero que ele não passe e fique comigo,
mas que corra veloz quando estou infeliz.

Oh! Tempo, se és tão meu amigo como penso,
apaga depressa, por favor meu sofrimento,
as lagrimas já não cabem no meu lenço,
a minha dor, a minha angustia, o meu tormento,
a saudade é demais... eu já nem sei mais se agüento.

[Esta página do diário foi escrita Nathy Saldanha]

4 comentários:

aninha disse...

ebaaaaaaaaa!!!!!!! to ligeira aki... primeirinha a postar de novo!!!!!hehehe!!!!! Li maninha querida que eu amo!! vc errou o nome do meu estado..rs! é mato grosso do SUL! rssrs!!! te adoro linda!!!!

Nathy, te adoro muitão também!!! amanhã mando textinho pro blog!!! amo vcs!!!!!!!

LI, da uma forcinha ai pra mim... divulga a minha história se puder!!! bjks!!!

Tati disse...

"apaga depressa, por favor meu sofrimento"!!

adorei...........

Mari disse...

Adoro o blog de vcs meninas, fico feliz quando vcs visitam o meu também!

Os textos de vccs são de tirar o folego!

Bjks e o texto de hoje tá lindo!

Nathy disse...

Eeee, q lindo! Fico feliz q tenham gostado meninas!

Nossa, mais esse blog jah foi mais comentado eihn!

Kd as meninas?!

aff...
vou perder a vontade de escrever daki a poko...

x(~

Bjooss...